Conhecendo o Ministério Apostólico | Missão Rhema

Conhecendo o Ministério Apostólico

CONHECENDO O MINISTÉRTIO APOSTÓLICO

 

Introdução:

A Bíblia nos fala do Ministério Apostólico. No Antigo Testamento encontramos figuras, porém no Novo Testamento conhecemos a sua amplitude. O Ministério Apostólico e Profético são a base, o fundamento para edificar a igreja. (Efésios 2:20).

1 – O Ministério Apostólico foi constituído por Deus.

Em Efésios 4:10-15 encontramos princípios que demonstram enfaticamente três aspectos dos Cinco Ministérios:

1º - Os apóstolos foram constituídos por Deus:

O Senhor Jesus que morreu e ressuscitou é quem constituiu o ministério (Efésios 4:11).

2º - Os apóstolos foram escolhidos:

O Senhor Jesus escolheu 12 os quais chamou de apóstolos (Lucas 6:12-13).

3º - Os ministérios apostólicos foram estabelecidos:

O Senhor Jesus estabeleceu 12 deles (Marcos 3:14-15). Esta é uma verdade que deve ser conhecida e aceita por todos os cristãos.

 

2 – O Propósito dos Apóstolos.

Aperfeiçoar os santos para a obra do ministério, porque todos os ministérios são chamados para fazer este trabalho. Porém, o ministério apostólico deve dedicar-se na preparação e aperfeiçoamento de homens e mulheres para o serviço do Senhor. A Palavra nos mostra que somente desta maneira o Corpo de Cristo será edificado (Efésios 4:12). Outro propósito é o estabelecimento de muitas obras dentro e fora da cidade.

 

3 – O Tempo do Ministério Apostólico.

Após o tempo da igreja primitiva, os cristãos desconhecem o ministério apostólico, ainda que a função apostólica seguiu-se desenvolvendo através de diferentes ministérios. A Bíblia é enfática em dizer que este ministério é igual aos outros quatro ministérios que estão vigentes. (Efésios 4:13). Muitos se perguntam por que no Livro do Apocalipse fala dos 24 anciãos e não do ministério apostólico. A razão é que os ministérios terminam sua função quando a igreja for arrebatada, pois a partir desse momento os ministérios não serão mais necessários.

 

4 – Os Apóstolos são Fundamentos para a Igreja.

1º - Sua pluralidade:

É fundamental reconhecer e aceitar o que como há evangelistas, pastores, mestres e profetas, assim, também, deve existir pluralidade de apóstolos. Não é correto pensar que numa cidade ou país, exista apenas um apóstolo, porque não é um ministério apenas para um determinado grupo de pessoas. É muito fácil levantar numa congregação, evangelistas, pastores, mestres e profetas, mas também tem que levantar ministérios apostólicos. Especialmente naqueles lugares onde há ministério cabeça que estão levantando suas redes. 

2º - Seu relacionamento com outros ministérios:

O apóstolo jamais deve se achar que é o único, pois deve desenvolver seu relacionamento com os outros ministérios, especialmente com o ministério profético. 

3º - Situações que o apóstolo deve reconhecer:

Há apóstolos que acham que a últimas palavras são deles, que as últimas revelações são deles. Porém, o ministério apostólico é igual aos outros ministérios, devendo reconhecer que Jesus é a pedra angular. O apóstolo que se gloria a si mesmo e não dá glórias ao Senhor Jesus, pode torcer a sua visão. O apóstolo que não reconhece Jesus como a principal pedra angular, pode impedir o desenvolvimento do seu ministério.

 

5 – Os Apóstolos são Fundamentais para o Crescimento da Igreja.

1º - O apóstolo estabelecerá as diretrizes para o crescimento de uma congregação, conforme I Conríntios 12:28, dizendo que Deus pôs na igreja primeiramente apóstolos, isto significa que muitas organizações cristãs não estão crescendo porque não reconhecem um apóstolo no meio deles, pelo qual não de pode desenvolver um trabalho apostólico. 

2º - O apóstolo receberá revelação juntamente com o profeta, para que a obra possa caminhar e marchar muito bem. Hoje em dia a obra se encontra escassa de revelação, porque não tem reconhecido o ministério apostólico.

3º - Através do ministério apostólico Deus mandamentos. Muitos pastores têm problemas porque dentro de suas organizações se estabelecem uma série de dogmas, uma série de leis que estão cheias de humanismos.  Porém, Deus vai estabelecer princípios bíblicos através de seus apóstolos.

Conclusão:

A igreja crescerá sobre um fundamento sólido, quando reconhecer o ministério apostólico. Para isso é necessário que haja pessoas que estejam dispostas a reconhecer o trabalho apostólico.

 

Milton Rocha Paes